Marketing e Dia dos Namorados: uma linda história de amor

Considerada a terceira data comemorativa que mais impacta o comércio brasileiro, o Dia dos Namorados exige que as empresas preparem ações de marketing específicas que atraiam o público-alvo, ampliem o alcance e impulsionem as vendas.

De acordo com pesquisa divulgada pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), a expectativa é que as vendas via e-commerce faturem R$ 2,6 bilhões no Dia dos Namorados em 2018, 10% a mais que o montante movimentado no ano passado. O estudo aponta que, entre 28 de maio e 11 de junho, o número de pedidos realizados pela internet chegará a 8,24 milhões. Incrível, não? Preparar-se para atender às grandes demandas é imprescindível! 

Quando falamos de atacado, varejo ou atacarejo, é fundamental que as estratégias sejam voltadas ao conteúdo – de publicações em tom romântico nas redes sociais a pop-ups temáticos no site da empresa, as ações precisam sanar as dúvidas dos consumidores em relação à compra. 

O Google Trends, ferramenta que mostra quais palavras são pesquisadas na internet e com que frequência, informou que, em 2017, o pico das buscas pelas palavras “presente namorado” foi registrado entre 4 e 10 de junho. Isso significa que, em meio às infinitas opções disponibilizadas no mercado, os consumidores recorrem à internet para pesquisar sugestões. É justamente por isso que as empresas precisam estar munidas de conteúdos que aparecem nos resultados das buscas como solução para o problema dos clientes.
Além disso, enviar e-mail marketing com produtos diferentes para diferentes perfis de consumidores, promover sorteios, oferecer brindes e, quando possível, criar um produto específico para a data comemorativa em questão são táticas sagazes de atração e fidelização do público-alvo. 

Uma dica importante: caso o cliente conclua a compra, mantenha contato. Envie um e-mail marketing, busque saber como foi a experiência e os motivos pelos quais ele adquiriu o produto. Tenha em mente o “prazo de validade” do que foi comprado – é possível estimar quando o cliente em questão voltará a procurar a empresa e enviar uma nova mensagem. Tratando-se de um perfume, por exemplo, que dura aproximadamente seis meses, enviar um e-mail ao comprador ao fim deste período é uma oportunidade de fidelizá-lo.

Esteja atento às tendências do mercado e aproveite o apelo das datas comemorativas para alcançar aqueles que estão no topo do funil de vendas (e, é claro, fazer com que ele passe pelas etapas até concluir a compra).