O sucesso da Casa Valduga e o olhar atento do profissional de eventos às oportunidades

Convenção Syngenta e C.Vale nas Serras Gaúchas trouxe aprendizado com um fator surpresa aos participantes: a oportunidade de conhecer o presidente de uma das maiores vinícolas do país.


Um bom vinho, antes de chegar à taça, coleciona histórias que trazem valor e experiência para a sua degustação. Na produção de eventos, a máxima é parecida. Extrair as melhores histórias para gerar impacto e valor às experiências e degustar bons resultados. Essa é a missão.


Conheça alguns eventos produzidos pela Nobre! Clique aqui.


Faro fino do produtor de eventos é diferencial


“O produtor do evento tem que estar aberto a fazer os ajustes necessários para as oportunidades que surgem. Novas ações requerem mudanças de última hora e um trabalho extra, mas é um esforço que faz toda a diferença. Não só na organização, como também na experiência do participante do evento”, Paula Nobre, responsável pelo setor de eventos da Nobre Propaganda e produtora do Liderar para Vencer.


Saiba mais:


Como estimular o networking em eventos?

Aplicativo exclusivo para seu evento: vale a pena?

A “nova pegada” dos eventos corporativos: experiências e estratégias de marketing.


A convenção que reuniu lideranças


No último mês, Garibaldi, cidade da Serra Gaúcha, recebeu o evento Liderar para Vencer, uma convenção que trouxe oportunidade de relacionamento, capacitação e aprimoramento técnico para os líderes da Syngenta e da cooperativa agroindustrial C.Vale.


O fator surpresa que agregou valor


O evento envolveu uma agenda de três dias, com palestras, visitas técnicas, capacitações e mesas de debate, alinhando objetivos entre Syngenta e C.Vale. Com uma programação definida, foi durante uma visita à vinícola Casa Valduga, umas das maiores vinícolas do país, que o olhar atento do profissional de eventos trouxe uma surpresa especial para a ocasião: o próprio Luiz Valduga, presidente da empresa, teve a oportunidade de ministrar uma palestra aos participantes.


“Durante a visita à Casa Valduga, notamos que o cenário tinha muita relação com o público do evento. O produtor rural, o sucessor e o empresário de sucesso. Além disso, percebemos a participação da Sra Maria Valduga, a matriarca, no sucesso da empresa. Como as esposas estavam presentes nessa visita, fez todo o sentido. Daí fizemos o convite, e ele prontamente aceitou”, ressalta Paula.



Em sua fala, Luiz Valduga apontou o grande desafio que é estar à frente dos negócios da família e como a coragem e a consistência são fatores determinantes para quem está em busca do sucesso. As 145 pessoas presentes no evento puderam ainda fazer perguntas ao presidente da empresa, fechando a convenção com um bom resultado e um fator surpresa que fez toda a diferença aos participantes.


O legado de uma família de imigrantes


“Antes de fazer duas garrafas de vinho faça uma, mas bem feita.” A frase foi dita pela primeira vez por Luiz Valduga, o patriarca da família que deu nome à Casa Valduga. Palavras que fazem muito sentido para os enólogos e produtores de vinho, mas também podem ser aplicadas a outras esferas da nossa vida.

Luiz Valduga, o herdeiro, tem a responsabilidade de carregar o mesmo nome do patriarca de sua família. E a responsabilidade é em dobro, pois ele também é o atual dirigente à frente da Casa Valduga. Com uma história de muito trabalho, dedicação e sucessão familiar, a empresa fez história no país tendo como diretores uma dinastia de imigrantes italianos.


Próxima leitura: como mensurar os resultados do seu evento?