TikTok & Reels: tudo o que você precisa saber para usar essas ferramentas no seu Marketing

As redes sociais estão cada vez mais se renovando e disponibilizando ferramentas para atender as necessidades do público. O aplicativo TikTok, que ganhou popularidade nos últimos meses, e o Reels, formato audiovisual do Instagram, são exemplos de recursos que estão conquistando espaço no Marketing Digital.

Para você que trabalha para difundir o seu negócio pela internet, os dois têm possibilitado uma variedade nos formatos de publicações, além de proporcionar grande alcance de visualizações.

De origem chinesa, o TikTok é um aplicativo de vídeos onde os internautas criam e compartilham conteúdos curtos de até 60 segundos ou até 5 minutos para usuários com mais de mil seguidores.

O seu crescimento tem sido avassalador! No terceiro trimestre de 2019, o app alcançou a marca de 176,5 milhões de downloads. O primeiro bilhão de usuários foi em fevereiro do ano passado e o TikTok ainda conseguiu aumentar 500 milhões de usuários em apenas sete meses depois disso. Para lhe convencer que os números são realmente impressionantes, veja só essa comparação: em 2018, em todo o mundo, o número de downloads do Instagram atingiu 444 milhões, enquanto que o TikTok, no mesmo período, registrou 711 milhões. No primeiro trimestre de 2020, uma pesquisa do SensorTower apontou que o app ultrapassou os 2 billhões de downloads na App Store e Google Play Store.

O aplicativo permite criar dublagens e fazer edições divertidas, como incluir emoctions, filtros, acelerar e pausar a gravação. Também permite fazer mixagens criativas, levando originalidade ao vídeo. É possível eliminar ruídos e corrigir falhas, recurso muito útil e fácil para quem não tem prática com edição.

Assim como outras redes sociais, o app possui uma área onde os usuários trocam mensagens diretas, potencializando a interação do público. Recurso esse que foi implantado depois da difusão do app.

PÚBLICO DO TIKTOK

O crescimento da “nova” rede social é exorbitante, mas precisa de uma atenção especial, caso você esteja pensando em trabalhar com o TikTok: trata-se do público bem segmentado!

De acordo com dados do próprio aplicativo, os internautas são de faixa etária mais baixa, já que os vídeos se concentram em entretenimento, 41% deles possuem entre 16 e 24 anos. Outro grupo bastante representativo é o que corresponde dos 24 a 30 anos. Público que tem demonstrado um grande potencial para as marcas que visam engajar essas faixas.

Isso não significa que você não possa oferecer conteúdo para público mais velho, já que, a crescente adesão do app pode atingir também as demais gerações.

TikTok para negócios

A plataforma já permite que usuários monetizem seus vídeos através do TikTok For Business. Os tipos de anúncios são divididos em: Brand Takeovers – imagens ou vídeos de 3 a 5 segundos, In-feed Videos – vídeos de até 60 segundos que ficam disponíveis no feed, Hashtag Challenges – conhecidos como desafios de hashtags onde as marcas podem convidar usuários a criarem conteúdos sobre a hashtag escolhida,  Branded Effects – possibilitam que os anunciantes sejam inseridos na criação dos conteúdos, como nos efeitos, por exemplo: uma marca ou um produto é adicionado a um vídeo 2D, 3D e Brand Scan - novo recurso para a criação de anúncios em Realidade Aumentada.

A precificação das ferramentas ainda não foi liberada publicamente pelo app, mas a plataforma deverá lançar em breve um centro de aprendizado on-line, em que vai ajudar os profissionais de marketing a se atualizarem sobre o próprio TikTok e suas monetizações.  

INSTAGRAM

Com a chegada do TikTok, o Instagram não ficou para trás e lançou a extensão Reels em junho deste ano. Na tradução literal, "bobinas" ou "carretéis" permite criar vídeos de até 15 segundos. O usuário pode inserir música e filtros ou até mesmo usar vídeos da galeria para compor o filme. Além do mais, a novidade é que também é possível fazer dublagens, assim como no TikTok.

O funcionamento das ferramentas é bem similar. Mas a principal diferença é que o Reels do Instagram ainda não permite parcerias pagas.

Cenas do Instagram x Reels

Antes do lançamento do Reels, o Instagram já havia liberado o recurso Cenas, no qual contava com funções bem similares ao rival Tiktok. No entanto, a exibição de Cenas ficava restrito aos Stories.

Com a mudança do Cenas para o Reels, os conteúdos estão em espaços diferentes. Os vídeos criados para o Reels ficam no perfil do criador com uma aba separada, da mesma forma que o IGTV. Sendo assim, os vídeos não estão restritos às 24 horas de publicação.

Quem utiliza do Marketing Digital para alcançar e conversar com o seu público, sabe que essas novas tendências no mercado podem mudar e alavancar uma estratégia. Com a força que o TikTok e o Reels vêm ganhando, faz-se necessário trabalhar com uma comunicação mais interativa e dinâmica com os seguidores.