Como criar experiências incríveis em eventos virtuais.

Quem disse que eventos precisam acontecer em grandes centros de convenções com estruturas enormes para terem experiências incríveis? Enquanto convenções tradicionais são canceladas por causa do coronavírus, chegou o momento de nos reinventarmos com eventos virtuais.

Reuniões, aulas e até shows ganharam novos espaços. Em vez das impressionantes arenas, o conforto de nossas casas. No lugar de apertos de mão, um cumprimento e um sorriso entre telas. Os eventos virtuais vieram como alternativa para continuarmos em contato com as pessoas.

Eventos virtuais podem ser tão interessantes quanto os presenciais. Com as ferramentas e estratégias certas é possível criar experiências incríveis para ninguém esquecer.

Qualidade de transmissão é tudo

Sem uma boa qualidade de transmissão, não só corre o risco do seu evento ser interrompido, como pode incomodar os convidados. Até porque ninguém gosta de ver vídeo que trava no meio toda hora.

Mesmo que falhas de internet sejam difíceis de controlar, faça testes e verifique se a transmissão dos principais envolvidos está funcionando bem antes de começar. Boa qualidade também quer dizer uma boa câmera e microfone. Você não precisa ter um equipamento profissional, mas precisa garantir o mínimo de qualidade para uma transmissão profissional.

Use um celular com uma câmera boa para que as pessoas consigam ver seu rosto. É mais fácil atrair a atenção das pessoas se elas puderem olhar você nos olhos. E não se esqueça de pensar nas luzes, para que seu rosto fique bem iluminado.

Mas, acima de tudo, invista em um bom microfone. Afinal, você está promovendo um evento virtual para engajar pessoas e compartilhar sua mensagem. Mas como você pode fazer isso se os participantes mal te escutarem? Um bom áudio faz toda a diferença.

Elabore uma programação

Até mesmo o evento virtual mais simples precisa ser programado. Como você tem uma limitação de recursos para convencer os espectadores a ficarem, conteúdo é fundamental.

Qual o objetivo do evento? Qual mensagem você quer mandar? O que você pode fazer para agregar valor ao evento? Qual reação você espera gerar? O que seu público quer ver? Faça essas perguntas a si mesmo para elaborar uma boa estratégia de conteúdo. Sem conteúdo intrigante você não terá o impacto que deseja.

Tenha horário certo para tudo e use chamadas durante a transmissão. Falar “daqui a 15 minutos teremos a presença de um convidado”, anunciando o que está por vir ajuda a manter o interesse as pessoas. Se for possível, tenha gráficos para ilustrar cada segmento ou destacar certas informações. Use vinhetas de abertura e encerramento, inserts e trilha sonora. São recursos que tornam o evento mais organizado e profissional.

Engaje o seu público

Eventos presenciais promovem encontros, conversas e networking a todo momento. Eventos virtuais podem fazer o mesmo. Se for um evento pequeno, incentivar debates é bem interessante. Em transmissões maiores, dá para responder questões enviadas no chat do vídeo, em uma página específica para o evento ou mesmo através de hashtags em redes sociais.

Use a criatividade para falar com todos ao mesmo tempo. Olhe direto na câmera como se fosse uma conversa olho no olho. Faça perguntas para as pessoas refletirem e responderem. Crie atividades que cada um possa fazer em casa (desde que combinem com a proposta, claro). Use a imaginação e inovação para enriquecer o seu evento virtual.

Outro ponto de destaque nos eventos virtuais é a distribuição de brindes - uma premiação que chega na hora na casa do participante, uniforme para o time ou ainda os brindes virtuais como vouchers para consumo on-line. Tudo vale quando o objetivo é encantar.

A ideia é sair do básico para criar uma experiência única para o seu público jamais esquecer. O que achou dessas dicas? E o que você aprendeu das suas investidas em eventos virtuais? Conta para mim, vamos trocar ideias sobre esse assunto.